ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Histórico: França elimina os EUA e se classifica para as semifinais da Copa do Mundo

Por João Dannemann

Rudy Gobert (França), homem do jogo, tentando arremesso sob a marcação de Myles Turner (Estados Unidos). (Foto: FIBA).

Na manhã desta quarta-feira (11), a França chocou o mundo do basquete e eliminou a favoritíssima seleção dos Estados Unidos nas quartas-de-final da Copa do Mundo de Basquete, por 89 a 79. A França é a terceira semifinalista do torneio, juntando-se a Espanha e Argentina, que se classificaram ontem. Os Estados Unidos, campeões das últimas duas edições do torneio, foram eliminados nas quartas-de-final pela primeira vez desde 2002, quando caíram na mesma fase, porém contra a Iugoslávia.

A partida foi extremamente equilibrada nos três primeiros quartos. A primeira etapa acabou empatada em 18 a 18, com grande atuação defensiva das duas equipes. A França foi melhor no segundo quarto, garantindo seis pontos de vantagem no intervalo. Porém, os Estados Unidos correram atrás e superaram os franceses na terceira etapa, virando o placar e iniciando o último quarto com três pontos de vantagem, em 66 a 63.

Porém, a equipe francesa foi impecável no último quarto de jogo. Com uma atuação quase sem defeitos, eles venceram a etapa final por 26 a 13, abrindo dez pontos de vantagem no jogo e eliminando a seleção favorita muito cedo na competição. Os Estados Unidos, que não foram para a Copa do Mundo com sua equipe principal, pagaram o preço.

O grande destaque da partida foi o pivô francês, do Utah Jazz, melhor defensor das últimas duas temporadas da NBA, Rudy Gobert, com 21 pontos, 16 rebotes e três tocos. Evan Fournier, com 22 pontos, e Nando de Colo, com 18, também fizeram ótimas atuações para a equipe classificada.

Frank Ntilikina (França), jogador do New York Knicks, tentando bandeja sob a marcação de Harrison Barnes (Estados Unidos). (Foto: FIBA).

Pelo lado dos Estados Unidos, Donovan Mitchell, companheiro de Gobert no Jazz, fez grande partida, com 29 pontos e seis rebotes. A grande estrela do time, Kemba Walker, fez apenas 10 pontos e vacilou quando sua equipe mas precisou. No minuto final, quando a França estava com cinco pontos de vantagem, Kemba teve três lances-livres para cobrar, após sofrer falta. O jogador, que tem um aproveitamento de 83,5% na carreira, errou dois e não foi capaz de pôr sua equipe de volta no jogo.

Agora, a França enfrentará a Argentina nas semifinais do torneio, na sexta-feira (13), enquanto, do outro lado, a Espanha espera o último semifinalista, que sairá do duelo entre República Tcheca e Austrália. Os Estados Unidos enfrentam a Sérvia amanhã, às 8h (de Brasília), na disputa pelo sétimo lugar.

Nenhum comentário