ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Clube da primeira divisão do Ceará, que disputará a Copa do Brasil, quer goleiro Bruno para 2020

Por: Aloysio Petitinga Neto

Bruno foi preso em 2010. Foto: Leonardo Lucena

O Barbalha, clube que vai disputar o Campeonato Cearense e a Copa do Brasil 2020, lançou uma enquete nas rede sociais para saber se a torcida aprova a contratação do goleiro Bruno Fernandes. O goleiro já havia tentado um retorno ao futebol no Boa Esporte, clube de Varginha (MG), local onde o ex-presidiário reside, por lá ele atuou em 5 partidas tomando 4 gols e 1 amarelo.

- O Barbalha Futebol Clube acredita no potencial do profissional Bruno Fernandes de Souza e tem a plena certeza de sua recuperação e na reintegração dentro da sociedade e no futebol, nós que fazemos o esporte dentro de um país que passa por mudanças políticas e comportamentais não podemos esquecer a nossa essência maior de uma povo generoso e acolhedor, principalmente o povo Nordestino - postou o clube.

Foram 484 minutos em campo pelo Boa Esporte. Foto: Reuters

Relembre o caso

Bruno foi preso em setembro de 2010 e condenado em março de 2013 pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho. Ele também havia sido condenado por ocultação de cadáver, mas esta pena foi extinta, porque a Justiça entendeu que o crime prescreveu sem ser julgado em segunda instância.

As penas válidas somadas, então, são de 20 anos e 9 meses de prisão. O atleta conseguiu progressão para o regime semiaberto e foi solto no dia 19 de julho de 2019. Porém, é necessário autorização da justiça para que Bruno possa atuar, em função do regime semiaberto.


Nenhum comentário