ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Tite e Edu Gaspar falam sobre o caso Neymar e sobre a preparação para a Copa América

Por Aloysio Petitinga Neto

Em coletiva realizada hoje (3), na Granja Comary, Tite e Edu Gaspar falaram sobre o caso Neymar e assuntos que envolvem o atleta e a Seleção Brasileira. Confira agora como foi a entrevista.

Treinador deu entrevista hoje na Granja Comary. Foto: Wallace Teixeira/ Futura Press

A primeira resposta de Tite foi sobre o caso vivido pelo camisa 10 da seleção

 - Primeiro, eu sei da importância do assunto, tenho a real dimensão. E sei também que é um assunto pessoal, e tem um tempo para que as pessoas possam julgar os fatos. Eu não vou me permitir a julgar os fatos. O que eu posso passar é que são três anos que tenho de convívio com o Neymar, e os assuntos pessoais que tratamos foram leais e verdadeiros.

Logo após, o treinador da seleção falou sobre o psicológico do jogador

- (Cabeça dele) fica nessa releção que sempre tive com ele. Seleção está acima de todos nós, e dando o nosso melhor, estaremos contribuindo. O senso de equipe está acima de nós todos.

Ao ser perguntado sobre como fazer para que o episódio não afete os jogadores e a preparação, o técnico respondeu que:

- Sendo transparente, respondendo as perguntas, mas entendendo que é um processo, mas nosso foco é no amistoso contra o Catar. Preparação diária, construção de trabalho em que ele está inserido. Ele é um jogador diferente, mas para ele acontecer há um processo. A equipe está acima disso, nosso trabalho está acima disso.


Perguntado sobre o braçadeira de capitão do Brasil ele respondeu que:

- Eu conversei com o Neymar, inicialmente conversei com o Dani (Alves) por telefone, que consentiu. Depois conversei com o Dani pessoalmente. Aquilo que tínhamos falado está na relação do técnico com o atleta. Foi com o Neymar e com o Dani. Tinha que dar essa resposta.

- Naquele momento (momento em que o treinador deu a braçadeira de capitão ao jogador) me foi feita a pergunta: "Se tiver que tirar, tira?". E eu disse que tirava. As atitudes podem falar mais por mim. Entendo quando há o processo. O momento dele é muito único e ele tem do lado uma pessoa leal e verdadeira. Se quiser acionar, como acionou ontem, vamos conversar. Vai ter sempre um cara leal, que vai dizer sim ou não e falar sua verdade.

Edu também falou sobre o caso Neymar

- Devido a importância do caso, primeira coisa que fiz foi buscar uma assessoria jurídica. No sábado de manhã, recebemos um delegado, passamos informações. A ideia central de ter a assessoria, por eu não entender os processos que devo cumprir, e deixar a assessoria jurídica ao atleta, para a CBF, e centralizar as informações. A partir daí, tentar resolver o caso o mais rápido possível. A ideia seria a assessoria estar aqui para resolver o caso o mais rápido possível, para que o atleta esteja com a cabeça tranquila para a Copa América.

Por fim, sobre os atletas que ainda não se apresentaram Tite falou que:

- Primeira coisa que vou dar é um choque de realidade: acabou Brasileiro e acabou Champions. Agora é a nova realidade. O que era para curtir e comemorar, deu. Tem um relato legal sobre o Firmino, mandou um áudio, e é difícil de falar, falando que quer estar logo.

2 comentários:

  1. Sendo transparente, respondendo as perguntas, mas entendendo que é um processo, mas nosso foco é no amistoso contra o Catar. Preparação diária, construção de trabalho em que ele está inserido. Ele é um jogador diferente, mas para ele acontecer há um processo. A equipe está acima disso, nosso trabalho está acima disso.
    Read more at latou
    Read more at vwin

    ResponderExcluir