ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Grupo A: Venezuela e Peru se enfrentam hoje; Veja porque esse jogo é interessante

Por Aloysio Petitinga Neto


Rondón e Guerrero são os maiores artilheiros da história de seus paies. Foto: globoesporte.com

Hoje às 16h, na Arena do Grêmio, Venezuela e Peru se enfrentam no grupo A, grupo que o Brasil lidera após bater a seleção da Bolívia ontem por 3x0. Apesar da falta de títulos recentes para as duas seleções, Venezuela e Peru ostentam jogadores importantes no cenário internacional, com participações em grandes ligas pelo mundo.

Em campo, estarão os dois maiores artilheiros da história das duas nações: Salomón Rondón e Paolo Guerrero. O venezuelano do Newcastle, da Inglaterra, tem 24 gols com a camisa vinotinto, enquanto o atacante do Inter tem 36 gols pela blanquirroja. Os dois monopolizarão as atenções dos zagueiros adversários e carregam a esperança de dois países para o balanço das redes.

– Seguramente, (podem esperar) gols. Vamos fazer o que nos toca, é uma partida complicada, de eliminatória. Tratar de aproveitar os erros do adversário – disse Rondón em Porto Alegre.

Diferença de idade 

A Venezuela tem a terceira menor média de idade entre as seleções desta Copa América: 25,6 anos. Se considerarmos que as duas mais jovens não são do continente sul-americano – Japão e Catar –, os venezuelanos são os mais jovens ao lado dos bolivianos.

A renovação começou há algum tempo. Em 2017, a seleção venezuelana ficou com o vice-campeonato da Copa do Mundo Sub-20. Cinco jogadores daquele elenco que perderam a final para a Inglaterra estão no Brasil: Wuilker Fariñez, Joel Graterol, Ronald Hernández, Yangel Herrera e Yeferson Soteldo. Fariñez e Hernández devem ser titulares, e o meia do Santos é visto como o futuro da Seleção para o grande objetivo desta geração: conquistar a vaga para a Copa do Catar.

A seleção peruana está entre as mais velhas desta Copa América, com média de idade de 27,2 anos. Está apenas um décimo abaixo da média da seleção brasileira, por exemplo – os mais velhos são os chilenos. Dois dos mais experientes, Guerrero e Farfán, estiveram no confronto com os venezuelanos em 2007, e hoje formam uma dupla de ataque com 35 e 34 anos, respectivamente.

Onde assistir

Além da Arena do Grêmio, O jogo terá transmissão ao vivo no SporTV para todo o Brasil com narração de Gustavo Villani e comentários de Raphael Rezende (com Sálvio Spinola Fagundes Filho na Central do Apito). 

Nenhum comentário