ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Copa do Mundo Feminina: Argentina e Japão empatam e Canadá vence Camarões

Argentina consegue primeiro ponto diante das asiáticas em 5 jogos na história (Foto: Getty Images)

Finalizando a primeira rodada do grupo D, a Argentina encarou o Japão, nesta segunda (10), às 13h. O primeiro tempo foi de domínio japonês mas sem objetividade e fraco tecnicamente de ambos os lados. A seleção asiática, diante da forte marcação argentina, procurou criar jogadas pelas laterais e lançar cruzamentos na área, mas as defensoras sul-americanas conseguiram conter o ímpeto asiático. O lance mais perigoso da primeira etapa ficou por conta de Sugasawa, aos 9 minutos, após receber cruzamento pelo lado direito cabeceou para a defesa da goleira argentina. O Japão foi para o intervalo com 61% de posse de bola contra apenas 39% das sul-americanas.

Na segunda etapa, o panorama da partida foi o mesmo, o Japão ditando as ações e a Argentina se defendendo com todas as jogadoras no seu campo defensivo, tentando surpreender em contra-ataques. Aos 10 minutos, a primeira chance real de gol. Após cruzamento, a bola passa por todo mundo e sobra para Hasegawa que chuta para fora, levando perigo para a goleira argentina. 

Até os 17 minutos da segunda etapa, a Argentina não conseguiu realizar uma única finalização sequer. A primeira finalização veio dois minutos depois, aos 19, em chute de Jaimes bloqueado pela defesa japonesa. Porém, não conseguiu marcar seu primeiro gol na história diante das japonesas. As equipes já haviam se enfrentado em quatro oportunidades antes do jogo de hoje e a seleção asiática nunca foi vazada pelas sul-americanas.

Apesar da superioridade da seleção japonesa, tecnicamente e em números de oportunidades criadas, o jogo permaneceu empatado em 0x0. Com o resultado, ambas as equipes dividem a segunda colocação do grupo D, com 1 ponto.

Canadenses comemoram o único gol da partida (Foto: Twitter FIFA Women's World Cup)

Já pelo grupo E, o Canadá enfrentou a seleção de Camarões, às 16h e venceu por 1x0, graças ao gol da zagueira Buchanan, aos 44 minutos da primeira etapa. Após cobrança de escanteio, a defensora canadense cabeceou em direção ao gol da arqueira Ndom, que nada pode fazer. A partida foi de domínio canadense, na primeira etapa ambas as equipes propuseram o jogo e tiveram oportunidades. O Canadá foi mais eficiente e em uma delas fez o seu gol, como já relatado acima. 

Na segunda etapa, Camarões partiu para o ataque e mudou o esquema tático, passando a atuar com três atacantes, o que gerou dificuldades para o sistema defensivo canadense. Mas, o placar permaneceu inalterado: vitória canadense. As europeias tiveram 65% de posse de bola contra apenas 35% das africanas, chutaram 16 vezes ao gol adversário contra 5 das africanas.

Com a vitória, o Canadá assume momentaneamente a liderança do grupo E.

Nenhum comentário