ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Argentina de volta à Copa do Mundo Feminina após 12 anos

Sul-americanas de volta ao Mundial após 12 anos (Foto: Divulgação/FIFA)

Na tarde desta segunda (10), a seleção da Argentina entra em campo, às 13h, no Parc des Princes, diante da seleção japonesa, em partida válida pelo grupo D. De volta à uma Copa do Mundo após 12 anos, as sul-americanas tentam alcançar a fase de oitavas de final pela primeira na história, já que nas duas participações anteriores foram eliminadas ainda na fase de grupos. Atuais número 37 do ranking da FIFA, têm Estefania Banini, jogadora do Levante (ESP), como a sua principal jogadora.

Já a seleção japonesa, participou de todos os mundiais até aqui e conquistaram o Mundial de 2011. Se classificaram para a Copa do Mundo da França, após conquistarem o título da Copa Asiática. Atuais sétimas colocadas, as japonesas contam com Mana Iwabuchi para tentar a conquista do bicampeonato da competição.

As seleções já se enfrentaram quatro vezes e em todas o Japão saiu vencedor.

Prováveis escalações
  • Argentina: V. Correa; V. Gómez, A. Barroso, A. Cometti e E. Stábile; E. Banini, R. Bravo, L. Benítez, M. Mayorga e F. Bonsegundo; S. Jaimes.
  • Japão: A. Yamashita; A. Sameshima, M. Minami, S. Kumagai e R. Shimizu; Y. Hasegawa, N. Miura, H. Sugita e E. Nakajima; K. Yokoyama e Y. Sugasawa.


Europeias tentam repetir e superar o quarto lugar em 1995 (Foto: MLS Brasil)

Já às 16h, o Canadá, atual quinto colocado na ranking da FIFA, encara a seleção de Camarões, na abertura do grupo E. As canadenses que têm como melhor campanha o quarto lugar conquistado em 1995, já participaram de seis dos sete mundiais realizados até hoje. Apostam no futebol de Christine Sinclair, atacante do Portland Thorns FC (EUA), que disputará o seu quinto mundial, para levar o Canadá longe nesta edição.

Já as africanas, atuais 46ª no ranking da FIFA, participam pela segunda vez da Copa do Mundo. Na única participação chegaram às oitavas, no mundial de 2015. Apostam em Gabrielle Onguene, do CSKA Moscow (RUS), para ajudar a seleção camaronesa a surpreender neste mundial, desbancando as favoritas.

Nenhum comentário