ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SESI Franca vence no Pedrocão lotado e empata série das Finais da NBB contra o Flamengo

Por João Dannemann

A torcida do Franca fez a diferença e lotou o Pedrocão no segundo jogo das Finais, com direito até a mosaico. (Foto: LNB).

Ontem (23/5), o SESI Franca recebeu o Flamengo no Pedrocão, em São Paulo, e venceu a segunda partida das Finais da NBB, por 88 a 79, empatando a série em um a um. O ginásio lotado, com cerca de seis mil torcedores, empurrou o time da casa para uma partida quase perfeita.

O Franca mostrou ao Flamengo que a decisão não seria fácil, desde o início da partida. A equipe da casa dominou os dois primeiros quartos de jogo e virou o intervalo com 15 pontos de vantagem no placar. No segundo quarto, os paulistas apenas controlaram o resultado e qualquer reação que os cariocas esboçavam. O Flamengo venceu os dois últimos quartos, mas sem gordura suficiente para reverter o placar.

O grande destaque do jogo foi o americano David Jackson, com 21 pontos, em 80% de aproveitamento dos seus arremessos de quadra, além de quatro rebotes e duas assistências. Lucas Dias, pivô de Franca, também foi muito bem e anotou um duplo-duplo: 19 pontos e 10 rebotes. Jimmy, com 12 pontos, e Alexey, com 10, foram os outros dois atletas do time paulista que alcançaram os dígitos duplos na pontuação.

Lucas Dias, do Franca, vibrando muito durante a partida. O pivô foi um dos grandes nomes do jogo, com um duplo-duplo. (Foto: LNB).

Pela equipe visitante, mais uma partida estrondosa do ala-pivô Olivinha, que fez 19 pontos e pegou 11 rebotes, convertendo 60% dos arremessos da linha dos três pontos. Além dele, outros três flamenguistas também passaram dos dez pontos na partida. O argentino Franco Balbi com 18, Anderson Varejão com 16 e Deryk Ramos, armador ex-Paulistano, com 10 pontos.

O jogo três das Finais acontece no sábado (25), às 14h30 (de Brasília), novamente no Pedrocão, em Franca, com transmissão da ESPN, Fox Sports e Band. Ambas as equipes buscam abrir dois a um para ficar a apenas uma vitória do título nacional. O jogo quatro acontece no Rio de Janeiro e, se necessário, um quinto e decisivo jogo acontece em Franca, já que a equipe paulista teve melhor campanha na fase classificatória.

Nenhum comentário