ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Prata da casa decide e Vitória volta a vencer após quase três meses

Ruan Levine, prata da casa, foi autor de dois gols e  encerrou o jejum sem vitórias do Leão (Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

Na tarde de hoje, sábado (4), o Vitória ganhou do Vila Nova por 2x1, no Barradão. Os visitantes abriram o placar com Neto Moura e o Leão virou o marcador com dois gols de Ruan Levine. Após quase três meses, o rubro-negro baiano voltou a sair vencedor de uma partida.

Com um início de partida tecnicamente pobre, porém muito brigado, ambas equipes tiveram bastante dificuldade na criação de jogadas. A primeira oportunidade do jogo ocorreu somente aos 14 minutos, quando o lateral Hélder soltou uma bomba de fora da área e obrigou Caíque a realizar uma boa defesa. 

Sete minutos depois, aos 21, Jeferson, ex-Vitória, recebeu bom lançamento de Joseph e cruzou para a área, encontrando Neto Moura que só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes. No lance seguinte, Andrigo arriscou de longe e Rafael Santos defendeu sem ter problemas. 

Já aos 25', o próprio camisa 10 do Leão lançou Ruan Levine que passou bonito por Patrick e ao tentar o passe para o meio, contou com o desviu na defesa para matar o goleiro e igualar o placar. Após o gol, o Vitória ainda teve a chance de virar o marcador, aos 35', após cruzamento de Matheus Rocha, que resultou em uma boa cabeçada de Neto Baiano defendida por Rafael Santos.

Assim como no começo do jogo, o primeiro tempo se encerrou com muita vontade dos dois lados, mas poucos lances de perigo. Na volta do intervalo, o técnico Eduardo Baptista colocou Bruno Mota em campo no lugar de Neto Moura e logo no primeiro lance em campo, Bruno Mota levou perigo ao gol de Caíque com uma cabeçada aos 20 segundos.

Aos 11', depois do cruzamento e da tentativa de finalização de Capixaba, a bola ficou mascada e sobrou para Facundo Boné, que bateu de primeira por cima do gol. Após esse lance, o jogo só voltou a ter uma grande oportunidade aos 38', com Jeferson. O velho conhecido da torcida do Leão foi lançado e contou com a vacilo de Capa para tentar encobrir Caíque. Caprichosamente, a bola saiu ao lado da trave direita do arqueiro rubro-negro.

Seis minutos depois, aos 44', o goleiro Rafael Santos saiu jogando com o zagueiro Patrick que vacilou e perdeu a bola para Felipe Garcia. O atacante tocou para o meio da área e Ruan Levine, mais uma vez, completou para o fundo das redes para alívio e alegria dos oito mil torcedores que compareceram ao Barradão. São os primeiros três pontos do Vitória na competição, enquanto o Vila Nova estacionou com apenas um.

O Leão volta a campo somente na segunda-feira (13), contra o Guarani, em Campinas. Já o Vila Nova joga terça-feira (7), contra o Juventude, pela Copa do Brasil, em Goiás. Pela Série B, o alvirrubro atua na sexta-feira (10), também dentro de casa, contra a Ponte Preta.

Escalações

Caíque; Matheus Rocha, Everton Sena, Victor Ramos e Capa; Rodrigo Andrade (Gabriel Bispo), Léo Gomes e Andrigo (Nickson); Ruan Levine, Caíque Silvio (Felipe García) e Neto Baiano; Técnico: Claudio Tencati

Rafael Santos; Jeferson, Patrick, Philipe Maia e Hélder; Joseph, Ramón, Neto Moura (Bruno Mota) e Alan Mineiro (Denner); Boné e Capixaba (Gustavo Silva); Técnico: Eduardo Baptista

Estatísticas

Vitória x Vila Nova

Posse de bola: 45% x 55%
Finalizações (certas): 10 (3) x 13 (5)
Cruzamentos (certos): 25 (3) x 23 (8)
Passes errados: 27 x 28

Confiram os melhores momentos:


Nenhum comentário