ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Bahia vence e encerra jejum de seis anos contra o São Paulo

Élber marcou o único gol da partida (Marcello Fim/Ofotografico/Lancepress!)

Ontem, quarta-feira (22), o Bahia venceu por 1x0 o São Paulo, pela Copa do Brasil. O único gol da partida foi marcado pelo atacante Élber e a partida de volta ocorrerá na próxima quarta-feira (29), na Arena Fonte Nova, às 21h30 (de Brasília). Com o resultado de ontem, o Esquadrão conquistou seu primeiro triunfo no Morumbi, desde 2013.

O início do confronto foi marcado por dois extremos: enquanto os mandantes fizeram uma verdadeira blitz, o ritmo sonolento do Esquadrão quase custou caro. Aos, dois minutos, Alexandre Pato recebeu a bola pela direita, tocou para dentro da área, mas parou no corte parcial de Lucas Fonseca. A bola sobrou na entrada da área e Luan, sozinho, bateu forte e exigiu uma boa defesa de Douglas Friedrich.

A primeira boa resposta do Esquadrão ocorreu aos 13', com Douglas Augusto. Depois da cobrança de falta de Artur Victor em direção a área, a defesa paulista afastou a bola e sobrou para o volante do clube baiano, que dominou e emendou um belo chute que passou perto da trave esquerda de Tiago Volpi.

Após a boa oportunidade de Douglas Augusto, o roteiro da partida seguiu com o São Paulo mantendo a posse de bola e o Bahia buscando o contra-ataque, mas sem nenhuma grande chance. Somente aos 32', a equipe paulista voltou a assustar. Tchê Tchê recebeu pelo meio, cortou para a esquerda e finalizou forte, obrigando Douglas Friedrich a fazer outra boa defesa. 

Sete minutos depois, aos 39', Léo avançou pela esquerda, cruzou para a área e encontrou Toró, no meio de Ernando e Lucas Fonseca. O jovem atacante são-paulino subiu bem e testou firme para outra boa defesa do goleiro do Esquadrão. Com o fim do primeiro tempo, os dois times retornaram sem alterações para a etapa complementar.

Alexandre Pato só marcou um gol em cinco partidas (Foto: EDUARDO CARMIM/PHOTO PREMIUM)

Diferentemente da etapa inicial, o São Paulo não conseguiu pressionar o Bahia nos 45 minutos finais. A primeira oportunidade do segundo tempo aconteceu apenas aos nove minutos, com um quase gol olímpico de Igor Gomes, que só parou na defesa de Douglas Friedrich. Aos 13', Pato ganhou duas divididas pelo meio e antes da meia-lua, finalizou bem e com muita curva, assustando os baianos.

Já aos 22', a mudança que alterou os rumos do confronto: Fernandão, apagado, saiu e deu lugar a Rogério, que assumiu uma função de "falso 9". Logo em seguida, aos 27', Élber recuperou a bola no meio de campo, acionou Rogério no contra-ataque e ao tentar cortar a marcação, o camisa 90 viu a bola sobrar para Élber. Sozinho na grande área, o atacante teve calma, deslocou o goleiro Tiago Volpi e abriu o placar para os visitantes.

Dois minutos depois, aos 29', o Bahia teve outra boa oportunidade. Rogério partiu pela direita, tocou para dentro da área e o zagueiro Walce optou por não cortar o passe. Praticamente como um elemento surpresa, Artur Victor apareceu por trás do zagueiro são-paulino, antecipou Tiago Volpi e quase ampliou o marcador. A partir desse momento, a equipe mandante foi para o famoso "tudo ou nada". 

Aos 35', Pato recebeu na área e chutou cruzado. Douglas afastou mal, viu a bola explodir em Nino Paraíba e quase voltar para dentro do gol. Quatro minutos depois, aos 39', a melhor oportunidade paulista: Tchê Tchê ganhou duas divididas na entrada da área, tocou para Nenê e o camisa 10 ajeitou para Pato. Cara-a-cara com Douglas Friedrich, o atacante mandou na trave. 

Perto do final, aos 49', Antony puxou o ataque pela direita, tocou para o meio e achou Pato, que encheu o pé e parou no goleiro do Esquadrão. Por fim, no último lance de ataque, Rogério recebeu outro bom passe de Élber, puxou outro contra-ataque, invadiu a área e bateu rasteiro, porém Tiago Volpi colocou para escanteio com os pés e não permitiu que o Bahia ampliasse o placar.

Pelo Campeonato Brasileiro, o São Paulo volta a campo no domingo, às 19h (de Brasília), para encarar o Corinthians, na Arena Corinthians. No mesmo dia e horário, o Bahia recebe o Fluminense, na Arena Fonte Nova. Confiram os melhores momentos e dados do jogo:

Melhores Momentos



Estatísticas

São Paulo x Bahia

Posse de bola: 66% x 34%
Finalizações (certas): 12 (8) x 9 (4)
Passes (errados): 561 (39) x 197 (37)

Faltas cometidas: 11 x 14
Cartões: 3 x 4



Ficha Técnica

Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/horário: 22/5/2019, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Thiago Henrique Correa Farinha (RS)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Público/ Renda: 19.508 presentes - R$ 655.711,00
Cartões amarelos: Tchê Tchê, Igor Vinícius, Antony (SAO) e Fernandão, Gregore, Douglas, Douglas Friedrich (BAH)
Cartão vermelho:
Gol: Élber 27'/2ºT

São Paulo: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Walce, Bruno Alves e Léo; Luan (Vitor Bueno 36'/2ºT), Tchê Tchê e Igor Gomes (Nenê 26'/2ºT); Toró, Everton (Antony 19'/2ºT) e Alexandre Pato. Técnico: Cuca.

Bahia: Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Moisés; Gregore, Elton e Douglas (Flávio 37'/2ºT); Artur, Élber (Clayton 33'/2ºT) e Fernandão (Rogério 22'/2ºT). Técnico: Roger Machado.

Por: Marcelo Noia

Nenhum comentário