ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Bahia sofre com apagão e toma virada para o Botafogo

João Paulo marcou o gol da virada botafoguense (Foto: André Durão)

Na noite dessa quinta-feira (2), o Bahia perdeu para o Botafogo por 3x2, no estádio Nilton Santos. Apesar de sair na frente no início da partida com Arthur Caíke, o Esquadrão sofreu com um apagão e tomou três gols em 19 minutos. Erik, João Paulo e Cícero marcaram os tentos do clube carioca. Ernando ainda descontou no fim.

Com uma proposta de posse de bola e uma equipe mais compacta, o Botafogo esbarrou em suas limitações no momento ofensivo, além da marcação alta do Bahia. O Tricolor inciou a partida com bastante intensidade, sempre buscando atrapalhar a saída de bola dos mandantes. 

Logo aos cinco minutos, após o lateral cobrado pelo time alvinegro, Elton roubou a bola ainda na defesa do Botafogo e tocou para Gregore no meio, o camisa 26 rolou para a infiltração de Moisés, que entrou livre pela ala-esquerda. O lateral-esquerdo tocou para dentro da área e achou Arthur Caíke na segunda trave, que teve apenas o trabalho de escorar a bola para o fundo das redes.

Aos 19', após belo lançamento de Gregore para Nino, o lateral dominou mal, se recuperou com um bonito drible para cima Gabriel e cruzou para o Arthur Caíke, que chegou cabeceando para fora. 

Seis minutos depois, após o cruzamento de Gilson, Ernando afastou parcialmente, Ramires, que tentou completar o corte, cabeceou mal e deixou a bola nos pés de Rodrigo Pimpão. O camisa 9 do Fogão deu um belo chute e parou em uma boa defesa de Douglas, que evitou o empate do Botafogo.

Já aos 28', com um maior volume ofensivo por parte dos mandantes, Gustavo Bocheca lançou para Diego Souza, que invadiu a área, driblou Lucas Fonseca e na tentativa de finalização, foi abafado pela saída de Douglas. Logo em sequência, aos 29', na cobrança de escanteio, Joel Carli cabeceou para o da defesa, Cícero escorou de peito e Erik, sozinho, completou com um belo voleio.

Dando sequência ao bom momento na partida, aos 35', Cícero tocou para Gilson que infiltrou pela esquerda, foi até a linha de fundo, venceu Nino na velocidade e tocou para dentro, achando Pimpão livre. Na tentativa de finalização, Rodrigo Pimpão errou e chutou para dentro da área, achando João Paulo, no miolo da defesa do Bahia, que apenas empurrou para as redes.

No final da primeira etapa, aos 47', Gatito chutou para o ataque, Diego Souza raspou de cabeça e Ernando afastou parcialmente. A bola caiu nos pés de Moisés, que dominou errado, e perdeu a bola para Erik. O atacante rolou para Cícero, que venceu Moisés e Gregore na velocidade, invadiu a área e chutou na saída Douglas, ampliando o placar.

Homenagem da torcida alvinegra a cantora Beth Carvalho (Foto: Fred Gomes)

Na volta do intervalo, Roger Machado optou pela entrada de Rogério no lugar de Ramires, mas a substituição não surtiu efeito. Iniciando a etapa complementar da mesma forma que terminou a inicial, o Esquadrão seguiu errando muitos passes e com bastante dificuldade na criação.

Sem lances de perigo por parte das duas equipes, o jogo perdeu intensidade e o tricolor baiano, atrás do placar, continuou sem oferecer perigo ao Botafogo. Aos 10', Leo Valência entrou no lugar de Rodrigo Pimpão. Cinco minutos depois, Fernandão deu lugar para Gilberto na partida.

Somente aos 20', o Esquadrão voltou a assustar o time alvinegro. Moisés cruzou para a área e encontrou Gilberto, que escorou, com perigo, para fora. Aos 23', Erik deu lugar a Alex Santana, enquanto Arthur Caíke foi substituído por Shaylon, dois minutos depois.

Aos 30', após infiltração de Marcinho nas costas de Moisés, o lateral do Botafogo cruzou, Nino não conseguiu cortar e deixou a bola nos pés de Leo Valência, que driblou Gregore e finalizou. Lucas Fonseca, quase em cima da linha, cortou para escanteio.

Apenas aos 37', o Bahia descontou. Após cruzamento de Moisés, a defesa da equipe alvinegra afastou mal e a bola sobrou com Shaylon pela direita, que cortou Marcinho e cruzou forte para o meio. Gatito não conseguiu afastar e desviou para o meio da área, nos pés de Ernando, que só completou para o gol.

Na base do abafa, o Esquadrão ainda tentou duas vezes com Rogério, ambas sem levar susto aos alvinegros presentes: uma de cabeça aos 43' e outra com o próprio camisa 90, em chute de fora da área que foi desviado e terminou nas mãos do arqueiro botafoguense.

O Bahia volta a jogar no domingo (5), às 19h (de Brasília), contra o Avaí, na Fonte Nova. Já o Botafogo encara o Fortaleza, novamente no Rio de Janeiro, às 16h, também no domingo.

Números da partida

Botafogo x Bahia

Passes errados: 47 x 41
Posse de bola: 53% x 47%
Finalizações (certas): 9 (5) x 19 (6)
Cruzamentos (certos): 15 (3) x 33 (10)

Melhores momentos


Nenhum comentário