ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Libertadores: Situação dos clubes brasileiros

Torcida do Flamengo esgotou os ingressos para o duelo contra o San José (Foto: André Durão)
Com a vitória do Flamengo sobre o San José (BOL), no Maracanã, na noite de ontem (11), quinta-feira, a quarta rodada da Libertadores se encerrou para os clubes brasileiros. Dentre os sete times brasileiros, apenas o Atlético Mineiro vive uma situação crítica e não depende de suas próprias forças para avançar de fase.

Com a goleada sofrida na última quarta-feira (10), para o Cerro Porteño (PAR), por 4x1, o Galo estacionou nos três pontos, ficou a seis do Nacional (URU) e não alcançará mais os paraguaios, que mantiveram os 100% de aproveitamento e já se classificaram com 12 pontos. O próximo duelo do Galo é contra o Nacional, no Mineirão, e um empate é o bastante para eliminar o time mineiro, que precisa vencer as duas partidas e torcer para os uruguaios não pontuarem mais na fase de grupos - após a partida contra o Cerro, o técnico Levir Culpi foi demitido.
Fred vive grande fase no ano e balançou as redes três vezes (Foto: Vinnicius Silva/ Cruzeiro EC)
Ainda em Belo Horizonte, o Cruzeiro goleou o Huracán por 4x0, no Mineirão, e se manteve como a melhor equipe brasileira na competição. O time celeste chegou aos 12 pontos, abriu sete pontos em relação ao Deportivo Lara (VEN) e nove diante do Emelec (EQU), segundo e terceiro colocados do grupo, respectivamente.

Assim como o Cruzeiro, o Internacional já se garantiu nas oitavas de final. O colorado bateu o Palestino por 3x2, no Beira-Rio, chegou aos 10 pontos e lidera sua chave. O próximo duelo será fora de casa contra o Alianza Lima (PER). A briga pela outra vaga ficou entre River Plate (ARG), que possui seis pontos, e Palestino (CHI), que figura com quatro.

Em contrapartida, o Grêmio busca dar sequência a reabilitação na Libertadores. A equipe comandada por Renato Gaúcho venceu o lanterna Rosário Central (ARG) por 3x1 e conquistou o seu primeiro triunfo na competição, chegando aos quatro pontos. O tricolor gaúcho visita o Libertad (PAR) na próxima rodada e visa acabar com o 100% de aproveitamento do clube paraguaio, já que a Universidad Católica, que tem seis pontos, enfrenta o Rosário Central, na Argentina.
Ônibus do Palmeiras foi alvo de pedras e garrafas antes do jogo contra o Júnior Barranquilla (Foto: Marcos Ribolli)
Encaminhado no torneio, o Palmeiras venceu o frágil Júnior Barranquilla (COL), que ainda não pontuou, por 3x0 e ficou a um ponto do San Lorenzo (ARG), que lidera o grupo com 10. Na próxima partida o alviverde medirá forças contra o Melgar (PER) e um empate garante os paulistas na próxima fase, já que os peruanos possuem quatro pontos e com o placar igualado chegariam a, no máximo, oito.

Com uma situação similar a do Palmeiras, o Flamengo depende apenas de um empate para avançar de fase. Liderando o seu grupo com nove pontos, mesma pontuação do Peñarol, o rubro-negro carioca terá pela frente a LDU, no Equador. Os equatorianos estão com quatro pontos e caso empatem com o Flamengo, estarão desclassificados.

Por fim, o Athletico Paranaense bateu o Tolima (COL) por 1x0 e agora viaja até a Bolívia para enfrentar o Jorge Wilstermann. Com a vitória  na quarta rodada, os atuais campeões da Sul-Americana chegaram aos nove pontos e abriram cinco do terceiro colocado da chave, o próprio Tolima. O Athletico ainda jogará contra o Boca Juniors,  na Bomboneira, em duelo válido pela última rodada e que deverá decidir quem ficará com a primeira posição.

Nenhum comentário