ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Vitória empata novamente mas se classifica na Copa do Nordeste

Ruy fez o gol(aço) que garantiu o Leão nas quartas de final (Foto: Maurícia da Matta/ Divulgação/ EC Vitória)
Vitória e Náutico fizeram um jogo truncado e empataram por 1x1, no Barradão. O resultado  deste sábado (30), serviu para ambas equipes, já que tanto o clube baiano quanto o pernambucano se classificaram para às quartas de final. Na próxima fase, o Leão irá enfrentar o Fortaleza, que foi líder do grupo A, fora de casa.

Em contrapartida à comemoração do torcedor, o Leão segue sem vencer há 11 jogos e ainda não triunfou na competição, ao todo foram sete empates e uma derrota. Comparando com a outra chave, o time rubro-negro seria o lanterna do grupo, já que o Confiança terminou com oito pontos. Do lado do Timbu, a equipe chegou há 16 jogos de invencibilidade e igualou a histórica marca de 1990, quando também ficou 16 partidas sem perder.

Com um início de jogo bastante promissor, o time rubro-negro começou pressionando os visitantes e levou perigo em duas ocasiões antes dos 10 minutos. Na primeira oportunidade, Neto Baiano tentou driblar o goleiro Bruno mas não conseguiu. Já na segunda, o zagueiro Suéliton quase marcou contra depois de uma cobrança de lateral de Jeferson. 

O gol dos mandantes saiu apenas aos 11 minutos, quando o meia Ruy acertou verdadeiro chutaço do bico direito da grande área e balançou às redes do gol defendido por Bruno. Após abrir o placar, o Vitória optou por recuar e buscar os contra-ataques, porém não teve efetividade e viu o Náutico crescer na partida.

Mesmo sem levar perigo a meta de João Gabriel, a equipe pernambucana passou a trocar passes no setor ofensivo e durante um desses ataques, Jorge Henrique levantou a bola na área e achou Odilávio Jr. para igualar o marcador. O atacante aproveitou a falha do setor defensivo, subiu entre Victor Ramos e Edcarlos e testou firme para empatar o confronto. A indecisão do arqueiro do Leão, se saía ou não do gol, ainda facilitou a vida do camisa 9 alvirrubro.

Com o placar igualado, o primeiro tempo se encerrou com um evidente marasmo de ambas equipes. No retorno do intervalo, a tônica foi a mesma: falta de criatividade e consequentemente escassez de chances.

Apenas aos 19 minutos, o Vitória voltou a levar perigo: após bom passe de Ruy, Fabrício cruzou rasteiro e Neto Baiano, desequilibrado, tentou completar mas desperdiçou mais uma clara oportunidade. Um minuto depois, Fabrício voltou a ser acionado, foi travado dentro da área e viu a bola sobrar para Ruy soltar outra bomba, mas desta vez o goleiro Bruno interviu com uma grande defesa.

Os lances serviram para acordar os jogadores e a resposta do Timbu veio três minutos mais tarde, novamente pelo alto e com bobeada da dupla de zagueiros. Wallace Pernambucano antecipou Edcarlos e aproveitou que a bola que passou por Victor Ramos para cabecear com perigo ao lado da meta de João Gabriel.

A partir desse momento, o marasmo retornou ao Barradão e ambas equipes pareciam se contentar com o empate. Os mais de 5 mil torcedores que compareceram ao santuário rubro-negro ainda tiveram tempo de ver Neto Baiano, aos 44 minutos, tentar encobrir Bruno e perder mais oportunidade de marcar o seu primeiro gol nessa passagem pelo Leão.

A decisão contra o Fortaleza ocorrerá em partida única pelas quartas de final. Já o Náutico enfrentará o Ceará, também no Castelão. Os confrontos não possuem datas definidas, mas acontecerão entre os dias 6 e 7 de abril.

Confiram os melhores momentos do duelo:


Nenhum comentário