ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Bulls e Hawks fazem jogo de quatro prorrogações e Bucks garantem vaga nos playoffs

Trae Young (centro) fazendo um passe durante a incrível partida entre Hawks e Bulls, sendo observado por Vince Carter (esquerda) e Lauri Markkanen (direita). O novato fez 49 pontos no jogo. (Foto: Getty Images).

Ontem (1/3) a noite da NBA foi movimentada com sete jogos e repleta de recordes batidos, principalmente em Atlanta. Hawks e Bulls se enfrentaram numa partida que chegou a quatro prorrogações e foi vencida pelo time de Chicago por 168 a 161. A soma total de pontuação das duas equipes foi de 329 pontos, tornando esse jogo o terceiro com maior pontuação na história da NBA (quarto se contarmos jogos da ABA). Foi apenas a 16ª partida na história que chegou a quatro prorrogações. 

Pelo time da casa, o ucraniano Alex Len contribuiu com 24 pontos e 10 rebotes, enquanto Dewayne Dedmon fez 14 pontos e pegou 12 rebotes. Porém todos os holofotes se viraram ao novato Trae Young. O armador fez incríveis 49 pontos, distribuiu 16 assistências e pegou 8 rebotes, em 56 minutos, além de converter arremessos importantes nos minutos finais. As suas últimas atuações vão o colocando de volta na discussão do prêmio de novato do ano, que tem como candidato mais forte o esloveno Luka Doncic, do Dallas Mavericks.

Com isso, Young se tornou o primeiro novato nos últimos 34 anos a fazer pelo menos 45 pontos e dar 10 assistências em um jogo. O último havia sido ninguém mais ninguém menos que Michael Jordan, na sua primeira temporada na liga, em 1985. Trae também se tornou o primeiro novato nos últimos 22 anos a fazer pelo menos 120 pontos somados em três jogos seguidos, com 121 nas últimas três partidas (36, 36 e 49). O último a conseguir o feito havia sido Allen Iverson, em 1997.

Vince Carter, veterano de 42 anos, sendo marcado por Wayne Selden Jr no duelo entre Hawks e Bulls. (Foto: Getty Images).

A partida de ontem também deu a Vince Carter mais duas marcas interessantes para a sua sólida carreira. O veterano dos Hawks se tornou o jogador mais velho na história da NBA a atuar por pelo menos 45 minutos em uma partida, no auge dos seus 42 anos. O inoxidável Carter também alcançou ontem o seu jogo de número 1.463 na carreira, tornando-se o sexto atleta com mais partidas disputadas na história da liga. Confira o top 10 de atletas com mais jogos em todos os tempos (asterisco ao lado dos que ainda estão em atividade na NBA):

1 - Robert Parish (1.611)
2 - Kareem Abdul-Jabbar (1.560)
3 - John Stockton (1.504)
4 - Dirk Nowitzki (1.501)*
5 - Karl Malone (1.476)
6 - Vince Carter (1.463)*
7 - Kevin Garnett (1.462)
8 - Kevin Willis (1.424)
9 - Jason Terry (1.410)
10 - Tim Duncan (1.392)

Zach LaVine, do Bulls, sendo marcado por DeAndre Bembry, do Hawks. O jovem ala-armador marcou 47 pontos na partida. (Foto: Getty Images).

Pelo lado dos Bulls, destaque para Lauri Markkanen que fez 31 pontos e pegou 17 rebotes, garantindo seu 12º duplo-duplo nos últimos 14 jogos. O finlandês também converteu três lances-livres que colocaram seu time em vantagem na última prorrogação. Otto Porter também contribuiu com 31 pontos e 10 rebotes. Porém, destaque absoluto para Zach LaVine que fez 47 pontos, pegou 9 rebotes e deu 9 assistências. Essa foi a maior marca de pontuação da carreira do ala-armador, que quebrou esse recorde pessoal pela segunda vez nessa semana. No dia 23 de fevereiro, ele já havia feito 42 pontos contra os Celtics (maior marca da carreira até aquele momento). Essa foi a quinta vitória dos Bulls nos últimos seis jogos.

Em Los Angeles, os Lakers, do astro LeBron James, receberam o time de melhor campanha na temporada, o Milwaukee Bucks, do grego Giannis Antetokounmpo. Apesar do jogo bem disputado, o time visitante deslanchou no último quarto e venceu por 131 a 120, com grande contribuição de Eric Bledsoe, que fez 31 pontos. Antetokounmpo terminou a partida com 16 pontos e 15 rebotes. Já pelo time da casa, LeBron fez 31 pontos e deu 10 assistências. 

Com a vitória, os Bucks garantiram vaga nos playoffs com 20 jogos de antecedência. A campanha de 48 vitórias e 14 derrotas é a melhor da franquia nos últimos 47 anos. Desde 1971-72, quando, na mesma altura, o Milwaukee tinha 49 vitórias e 13 derrotas, o time não ia tão bem numa temporada. Naquela ocasião, eles foram eliminados pelo próprio Los Angeles Lakers nas finais de conferência (sim, os Bucks jogavam no Oeste na época). 

O armador Eric Bledsoe tenta infiltração sendo marcado por Brandon Ingram (esquerda) e Rajon Rondo (direita). Bledsoe foi o nome da vitória dos Bucks em Los Angeles, anotando 31 pontos. (Foto: Getty Images).

Os Lakers agora somam 32 derrotas e apenas 30 vitórias na temporada, amargando a décima posição no Oeste. Se a temporada terminasse hoje, LeBron James estaria de fora dos playoffs pela primeira vez desde 2005. 

Confira todos os resultados da noite:

161 - Atlanta Hawks X Chicago Bulls - 168
120 - Los Angeles Lakers X Milwaukee Bucks - 131
119 - Toronto Raptors X Portland Trail Blazers - 117
107 - Boston Celtics X Washington Wizards - 96
112 - Brooklyn Nets X Charlotte Hornets - 123
109 - Sacramento Kings X Los Angeles Clippers - 116
116 - Phoenix Suns X New Orleans Pelicans - 130


Nenhum comentário