ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A América é "Millonaria"

Foto: El País

Na tarde deste domingo (9), foi disputada - finalmente após inúmeras polêmicas - a finalíssima da edição de 2018 da CONMEBOL Libertadores. A partida entre River Plate e Boca Juniors foi digna do tamanho das duas maiores equipes argentinas.

O JOGO
Pela primeira vez disputado fora do solo americano, o Superclasico foi jogado em Madrid, no estádio Santiago Bernabéu (casa do Real Madrid). E foi uma partida dividida em etapas.

O primeiro tempo foi de superioridade xeneize. A equipe azul e amarela criou as oportunidades mais eficientes, exercendo uma pressão no campo de ataque. E, aos 44 minutos, Benedetto recebeu passe preciso de Nandez e empurrou para o fundo das redes millonarias.

Na segunda etapa, o River Plate voltou melhor, com um toque de bola mais eficiente e aos 22 minutos após tabela entre Nacho Fernandez e Palacios, Lucas Pratto empatou o jogo para a equipe vermelha e branca. Após o gol, o River começou a ditar as ações do jogo, sendo mais presente no ataque e sofrendo pouco defensivamente. Porém, o empate persistiu até o apito final e a decisão foi para a prorrogação.

A prorrogação foi o ponto alto da partida. Logo no primeiro minuto, o Boca teve um jogador expulso, Barrios após dividida com Palacios, foi advertido com o segundo amarelo e, consequentemente, o vermelho. Com a superioridade numérica, o River Plate se lançou ao ataque em busca da vitória e o Boca retraiu-se no campo de defesa. Além da inferioridade numérica, os xeneizes tiveram o cansaço como outro adversário. O River mostrava estar mais bem fisicamente.

Aos três minutos da etapa final da prorrogação, Quintero acertou um chute indefensável, no ângulo. A bola ainda bateu no travessão antes de entrar. Era a virada dos Millonarios. O Boca, porém, tentou empatar a partida e levar a decisão para a disputa de pênaltis. Mas, foi o River Plate que chegou ao terceiro gol, sacramentando a vitória. No último lance, após o Boca se lançar todo ao ataque, inclusive com o seu goleiro, o River realizou um contra ataque e Pity Martínez entrou no campo de defesa do Boca, completamente livre de marcação e só teve o trabalho de conduzir a bola até a pequena área e chutar para o gol. O juíz apitou o fim da partida com a bola no fundo da rede.

HISTÓRIA
Os dois clubes têm uma ligação muito forte desde às suas fundações. Ambos foram fundados no bairro de Boca, ribeirinho, situado no sudeste de Buenos Aires, no início do século XX. O River Plate em 1901 e o Boca Juniors em 1905. Mas, anos depois o River se mudaria para o bairro de Nuñez.

Desde os primórdios, o Boca Juniors era vinculado à classe operária e o River, principalmente após a sua mudança para o bairro de Nuñez, à classes média e alta. Daí surgiram os apelidos que as equipes são conhecidas até hoje.

O Boca é conhecido como xeneize, que é uma alcunha utilizada para referir-se aos imigrantes italianos da classe operária. Já o River é conhecido como Millonário, em português milionário, por conta dos seus adeptos das classes média e alta.
Foto: zerozero.pt

CONFRONTO
Na história, os clubes já se enfrentaram 372 vezes, com 134 vitórias do Boca, 122 vitórias do River e 116 empates. Na Libertadores, foram 25 partidas, com 10 vitórias do Boca, sete do River e oito empates.

TÍTULOS
O River Plate chegou a sua quarta conquista de Libertadores. Antes o clube havia conquistado as edições de 1986, 1996 e 2015. Com isso, encostou no seu maior rival. o Boca possui seis conquistas na maior competição do continente. Porém, a última foi 2007, há 11 anos. Antes havia conquistado em 1977, 1978, 2000, 2001 e 2003. O maior campeão desta competição é outro argentino, o Independiente com sete troféus, conquistados em 1964, 1965, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1984.

CAMPANHA LIBERTADORES 2018
Fase de grupos: Líder com 12 pontos em 6 jogos (3 vitórias e 3 empates)
Oitavas de final: 3x0 vs Racing (0x0 no jogo de ida)
Quartas de final: 3x1 vs Independiente (0x0 no jogo de ida)
Semifinal: 2x2 vs Grêmio (classificado pelo gol fora de casa, perdeu o jogo de ida por 1x0)
Final: 5x3 vs Boca Juniors (2x2 no jogo de ida e 3x1 no jogo de volta)

Com a conquista da Libertadores, o River classificou-se e representará o continente americano no Mundial de Clubes da FIFA 2018. A competição começará no próximo dia 12 e o representante sul-americano estreará no dia 18.

Foto: Twitter Conmebol

Um comentário: