ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Son livre

FOTO:Reuters/DARREN WHITESIDE

Na Coreia do Sul, os homens precisam servir ao exército pelo período de dois anos, e o alistamento precisa ser concluído até que eles façam 27 anos, que Son completará no ano que vem. Para jogadores de futebol, é possível conseguir a isenção através de uma honraria expressiva para o país, que o governo determina como o título dos Jogos Asiáticos ou figurar entre os três primeiros em uma Copa do Mundo ou nas Olimpíadas.

A primeira oportunidade veio com os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, quando a Coreia do Sul caiu diante do Brasil, na semifinal, mas conseguiu a medalha de bronze. Ele estaria livre, no entanto, pediu dispensa da convocação com a justificativa de que desejava focar no desenvolvimento da sua carreira. Na época, começava a surgir no cenário internacional atuando pelo Hamburgo, da Alemanha.

Em 2014, veio a segunda chance com os Jogos Asiáticos, que a própria Coreia do Sul sediou. Vestindo as cores do Bayer Leverkusen, foi convocado para a equipe que, posteriormente, seria a campeã do torneio, mas não teve sua liberação concedida pelo clube alemão.

Após esses feitos o meia do Tottenham teria mais duas chances, uma na copa do mundo da Rússia, na qual a Coreia não passou da fase de grupos, ou ganhando os jogos asiáticos de 2018, caso o contrário o jogador teria que servir seu país através do exército, interrompendo sua carreira como jogador profissional na Inglaterra.

E a honraria veio, mas não foi fácil, após passar pelos adversários com dificuldade, a coreia teria que ganhar da equipe do Japão. Com fases anteriores superadas com dificuldade, tensão e emoção, a final não poderia ser de outra maneira, 0 x 0 no tempo normal de jogo, vamos pra prorrogação, quando aos 3 min do primeiro tempo Lee Seung-woo abriu o placar para a equipe da Coreia e Hwang Hee-chan aos 11 minutos da mesma etapa ampliou, todos dois gols com assistência do camisa 7 do Tottenham. Mas o sofrimento foi ate o final, pois quando o relógio apontava 10 minutos do segundo tempo, Ayase Ueda descontou para o Japão.

FOTO:www.abola.pt

Não tinha como, os deuses do futebol ajudaram o coreano que vai poder se apresentar ao clube londrino para a temporada, final feliz para o camisa 7, mas o trabalho não acaba, ao voltar ao Spurs, son vai encontrar pela frente uma briga grande pela vaga de titular, já que na Inglaterra o brasileiro Lucas aproveitou essa vaga aberta e vem fazendo um excelente começo de temporada.

Nenhum comentário