ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Segue o (novo) líder

Foto: Divulgação/ Internacional

Embolou tudo! Em uma noite bastante movimentada na parte de cima da tabela, o Inter venceu o confronto direto contra o Flamengo e contou com o triunfo do Galo sobre o São Paulo, para assumir a liderança do campeonato brasileiro. Além deles, ainda é preciso falar do Palmeiras, que venceu e ficou à apenas três pontos atrás dos dois primeiros colocados.

No Beira-Rio, a equipe colorada não fez uma atuação espetacular, mas conseguiu o resultado positivo se consolidou ainda mais na disputa pelo título e afundou os cariocas. O time da Gávea teve seu meio de campo desfigurado, já que dos cinco titulares ontem, apenas Everton Ribeiro é titular.

Logo aos cinco minutos, em um lance confuso, o atacante Willian Pottker contou com a sorte para abrir o placar para os mandantes; o rubro-negro só empatou aos 12 minutos da etapa final, quando Vitinho fez jus a famosa "lei do ex" e empatou o duelo fazendo um golaço de fora da área. A dor de cabeça para os visitantes voltou rapidamente, pois apenas dois minutos depois o volante, Rodrigo Dourado, aproveitou a falha da marcação e cabeceou sem complicações a bola cruzada por Nico López, dando números finais ao duelo.

O Internacional manteve uma longa série invicta: com o resultado conquistado, já são oito partidas sem derrota. Do outro lado, "nuvens carregadas" pairam sobre a cabeça do jovem Barbieri, que viu a sua equipe ser eliminada da Libertadores, além do distanciamento dos concorrentes no Brasileirão.

No outro jogo das 21h45, o Galo venceu o Tricolor Paulista por 1 a 0 e se aproximou do G4. O Atlético, assim como o Palmeiras, foi outro clube que se aproveitou da derrota do Flamengo e com os resultados, o time alvinegro chegou aos 38 pontos, três a menos que o rubro-negro carioca, primeiro clube do G4.

O gol que decidiu a partida ocorreu aos nove minutos do primeiro tempo e contou com uma enorme infelicidade do lateral Régis, que terminou empurrando a bola contra às redes do seu próprio time. Enquanto os mineiros não contaram com Chará, engrenagem importante taticamente, o clube paulista teve dois desfalques importantíssimos na partida: Diego Souza estava suspenso e Éverton lesionado.

Por fim, no Allianz Parque, o Palmeiras venceu o Atlético Paranaense e entrou na briga pelo título. Os comandados de Felipão tiveram outra atuação sem sofrer gols, sem sofrer durante os 90 minutos e com um bom desempenho dos atletas que vieram do banco. Willian tirou o grito das gargantas dos palmeirenses após passe, digno de um clássico camisa 10, de Deyverson e o decreto final aconteceu no último lance do jogo, quando Moisés, cobrando pênalti, matou confronto.

Nenhum comentário