ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Dois tempos, dois times

(Foto: Alexandre Schneider/Getty Images)

Já é conhecida pela torcida do Bahia, a queda de rendimento que a equipe vem apresentando após o intervalo dos jogos neste Brasileirão. E, na noite deste sábado, 8, não foi diferente. O tricolor foi à São Paulo enfrentar o tricolor paulista e amargou mais um resultado negativo fora de seus domínios.

O Bahia começou com uma postura ofensiva, marcando no campo de ataque, sem dar espaço para o São Paulo e criando oportunidades perigosas contra a meta do goleiro adversário. Mas com o passar do tempo, os jogadores foram cansando e o esperado aconteceu: o time caiu de rendimento e passou a ver o adversário dominar as ações da partida.

Em um primeiro tempo consistente, o Tricolor soube se portar na defesa, não dar espaço para o adversário além de levar perigo quando ia ao ataque, principalmente em jogadas pelas laterais, fazendo com que o jogo fosse equilibrado. Mas, no segundo tempo, em meio ao desgaste, o Bahia viu o São Paulo ditar o ritmo da partida e estar mais presente no ataque do que no primeiro tempo. E, em uma dessas oportunidades a equipe paulista avançou pela lateral e após cruzamento de Nenê para a pequena área, Diego Souza antecipou-se à marcação e chutou para fazer o gol que deu a vitória a equipe mandante, aos 15 minutos da segunda etapa.

O Bahia foi à campo com: Douglas; Nino, Everson Lucas Fonseca e Léo; Élton, Gregore e Flávio; Vinícius, Zé Rafael e Gilberto. O treinador Enderson Moreira realizou três substituições. Entraram Clayton, Edigar Junio e Élber. Saíram Vinícius, Gilberto e Élton. Porém, sem sucesso. O time não conseguiu igualar o marcador. 

Com o resultado, o Bahia está na 12ª posição com 28 pontos. O próximo adversário é o Palmeiras, domingo, 16, na Arena Fonte Nova.

Nos últimos cinco confrontos entre as duas equipes, o São Paulo venceu dois, o Bahia um e empataram outros dois. 

ESTATÍSTICAS DO JOGO (São Paulo x Bahia)

Posse de bola: 53% x 47% 
Finalizações: 12 x 10 
Escanteios: 11 x 4
Faltas: 16 x 19
Cartões amarelos: 3 x 2

Estatísticas extraídas do aplicativo "Resultados".

Nenhum comentário