ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Guia: Bundesliga 18/19


E nesta sexta a bola voltará a rolar na Alemanha. A Bundesliga começará com o atual campeão Bayern de Munique fazendo a estreia diante da sua torcida, contra a equipe do Hoffenheim. A equipe bávara é o atual hexacampeão e detém a hegemonia no futebol alemão. Alguém conseguirá detê-los?

HISTÓRIA
Fundada no ano de 1963, a primeira edição da Bundesliga aconteceu na temporada 1963/1964 e o seu primeiro campeão foi o Colônia. Antes, a Alemanha Ocidental não possuía um campeonato de pontos corridos, mas sim seis campeonatos regionais (Oberliga Berlin, Oberliga Nord, Oberliga Süd, Oberliga Südwest, Oberliga Südwest Süd e Oberliga West). O título de campeão nacional era conquistado no final da temporada (normalmente entre maio-junho) numa competição menor onde apenas os clubes líderes dos seis campeonatos regionais participavam. Neste sistema de disputa, o último campeão foi o Borussia Dortmund, em 1962/1963.

O campeonato sofreu interferências políticas ao longo da sua história. Durante as duas Guerras Mundiais, não houve competição. O time austríaco Rapid Viena foi campeão em 1941, período no qual a Áustria estava anexada à Alemanha Nazista.

No ano de 1990, a Alemanha foi reunificada e a partir de 1991/1992 o campeonato passou a ser também unificado. O nome Bundesliga, utilizado pela Alemanha-Ocidental, nomeia a primeira divisão e o nome Oberliga, utilizado pela Alemanha-Oriental, nomeia as divisões inferiores.

ESCÂNDALOS
Escândalo de 65: O escândalo de 1965 teve base nos rígidos limites financeiros da Federação Alemã de Futebol (DFB). Diversos clubes burlavam as regras estabelecidas pela entidade. A prática consistia em um pagamento extra para os jogadores, ou seja, por fora da folha salarial, com o intuito de gerar um incentivo a mais para os seus jogadores ou para os agentes.
A bomba estourou no Hertha Berlim, quando a Federação Alemã encontrou erros nas contas da equipe e caracterizou a prática como pagamento ilegal. O Hertha investia mais dinheiro que outras equipes, por conta do período da Guerra Fria, onde a cidade de Berlim estava sob controle da União Soviética - esse era o motivo de muitos jogadores não quererem jogar no clube. A equipe foi rebaixada para a segunda divisão e por questões políticas a DFB desejava colocar outro time de Berlim no lugar dos "Alte Dame".
O Tasmania Berlim foi o clube que chegou para o lugar do Hertha.
Consequências de 65: A ida do Tasmania para a Bundesliga gerou reclamações do Karlsruher e do Schalke, clubes que haviam ficado em penúltimo e último, respectivamente. As reclamações deram resultado e para apaziguar a situação, na temporada seguinte a 64-65, a Bundesliga já figurava com 18 clubes.
Outra alteração foi o aumento das taxas de transferências e dos salários dos jogadores.
Escândalo de 71: O Arminia Bielefeld e o Kickers Offenbach lutavam contra o rebaixamento na temporada de 1971 e compravam vitórias em partidas específicas durante a luta contra a derrocada. O Bielefeld conseguiu permanecer na Bundesliga, já o Kickers foi rebaixado para a Regionalliga. A revelação veio por meio do presidente do Kickers, Horst-Gregorio Canellas, que durante a sua comemoração de aniversário de 50 anos mostrou por meio de uma gravação, parte do esquema que envolvia a manipulação de resultados na liga.
Após a descoberta, as duas equipes tiveram suas licenças da Bundesliga revogadas e o Bielefeld foi rebaixado para a Liga Regional.
Consequências de 71: Após o escândalo e toda a repercussão que essa história teve, a média de público nos jogos do campeonato caiu significativamente. A audiência das partidas foi outro fator que sofreu as consequências dessa série de manipulações.
Somente em 1974, após a conquista da Copa do Mundo pela seleção alemã, é que o público alemão retornou aos estádios e os seus interesses pela Bundesliga.

CAMPEÕES
Bayern (28); Borussia (8), Hamburgo (6); Borussia Monchegladabach (5); Stuttgart (5); Werder Bremen (4); Colônia (2); Kaiserslaunter (2); Eintracht Braunschweig (1); München 1860 (1); FC Nürnberg (1) e Wolfsburg (1).

CURIOSIDADES
Times tradicionais como Bayer Leverkusen e Schalke 04 nunca foram campeões da Bundesliga, ambas equipes foram vice-campeões em cinco oportunidades.
O Hamburgo, único time que jogou todas as temporadas da Bundesliga, estará fora da principal competição do país pela primeira vez, após ser rebaixado na temporada 17-18.
O Bayern possui cinco troféus da Champions League (74, 75, 76, 01 e 13); além do time da Bavária, Borussia Dortmund (97) e Hamburgo (83) também foram campeões europeus.
O Borussia Mönchengladbach conquistou a Europa League em duas ocasiões (75 e 79); outros quatro times alemães também conquistaram essa competição: Frankfurt (80), Leverkusen (88), o Bayern (96) e o Schalke (97).
Na edição de 1980 da Europa League, os quatro primeiros colocados da competição foram clubes alemães: Frankfurt 1º, Mönchengladbach em 2º, Bayern em 3º e Stuttgart em 4º.
O primeiro campeão da Bundesliga foi o Colônia.
O primeiro gol marcado na Bundesliga saiu da partida entre Borussia Dortmund contra o Werder Bremen e foi do atacante, Friedhelm Konietzka, que atuava pelos aurinegros.
Clube diretamente envolvido no escândalo de 65, pois subiu de divisão após o rebaixamento do Hertha, o Tasmania Berlim, teve o marco negativo de pior campanha na história da Bundesliga. A pequena equipe de Berlim passou apenas essa única temporada na elite alemã (65-66) e mantém até hoje esse "recorde". Números da equipe naquela temporada: 34 jogos, 2 vitórias, 4 empates, 28 derrotas, 15 gols pró e 108 gols contra.

PRINCIPAIS TRANSFERÊNCIAS

Bayern
Chegadas: jovem e promissor meia, Goretzka (23), vindo do Schalke, sem custos; volta de empréstimo do jovem, Renato Sanches (20), que estava no Swansea, além do retorno do jovem Gnabry (22), ponta promissor que integrou a Alemanha das Olimpíadas-16 e estava no Hoffenheim.
Saídas: Douglas Costa (27) para a Juventus; Vidal (31) para o Barcelona.

Schalke
Chegadas: vinda do zagueiro, Sané (27), vindo do Hannover; retorno do meia, Geis (24), que estava no Sevilla; chegada do atacante Uth (26), que estava no Hoffenheim.
Saídas: despedida do capitão e ídolo, Howedes (30), que atuou na Juventus na última temporada e foi para o Lokomotiv Moscou; saída dos jovens, Goretzka (23) e Meyer (22), para Bayern e Crystal Palace, respectivamente; fim do empréstimo do ponta, Pjaca (23), que retornou a Juve.

Borussia
Chegadas: chegada dos meias, Delaney (26) e Witsel (29), do Werder Bremen e do Tianjin Quanjian, respectivamente; vinda do jovem zagueiro Diallo (22), do Mainz.
Saídas: saída do atacantes, Schürrle (27) e Yarmolenko (28), para o Fulham e para o West Ham, respectivamente; ida do zagueiro Sokratis (30) para o Arsenal e do meia Gonzalo Castro (31) para o Sttutgart.

Leverkusen
Chegadas: vinda do jovem atacante Paulinho (18), que atuava no Vasco; chegada do lateral Weiser (24), ex-jogador do Hertha Berlim e do goleiro Hradecky (28), que jogava no Frankfurt e assumirá a vaga deixada por Leno.
Saídas: saída do goleiro Leno (26) para o Arsenal; aposentadoria do ídolo Kießling (34).

Leipzig
Chegadas: chegada dos laterais, Mukiele (20) e Saracchi (20), do Montpellier e do River Plate, respectivamente; vinha do jovem atacante Matheus Cunha (19), do Sion.
Saídas: saída de uma das principais peças do time, Naby Keita (23), para o Liverpool e do lateral Bernardo (23) para o Brighton.

Hoffenheim
Chegadas: vinda do zagueiro Adams (23) do Young Boys; chegada dos atacantes Bittencourt (24) e Belfodil (26), do Colônia e do Standard Liege, respectivamente.
Saídas: saída dos atacantes Uth (26) para o Schalke e de Gnabry (22) para o Bayern, após fim do seu empréstimo.

Stuttgart
Chegadas: chegada dos meias, Gonzalo Castro (31) e Didavi (28), vindos do Borussia Dortmund e do Wolfsburg, respectivamente; os laterais, Sosa (20) e Maffeo (20), do City e do Dínamo Zagreb, respectivamente; além do ponta Nicólas Gonzáles (20), do Argentino Juniors.
Saídas: saída do ponta Ginczek (27) para o Wolfsburg.

Frankfurt
Chegadas: aquisição por definitivo do croata Rebic (24), que atuou pela equipe mas pertencia a Fiorentina; chegada dos zagueiros N'Dicka (18) e Salcedo (24), vindos do Auxerre e do Chivas, respectivamente.
Saídas: venda dos meias Marius Wolf (23), KP Boateng (31) e Omar Mascarell (25), para o Dortmund, Sassuolo e Real Madrid, respectivamente; além da saída do goleiro Hradecky (28) para o Leverkusen.

Mönchengladbach
Chegadas: chegada do ponta, Alassane Pléa (25), do Nice.
Saídas: saída do zagueiro dinamarquês, Jannik Vestergaard (25), para o Southampton.

Hertha Berlim
Chegadas: chegada do ponta, Valentino Lazaro (22), do RB Salzburg.
Saídas: venda do lateral, Mitchell Weiser (24), para o Leverkusen e do ponta, Haraguchi (27), para o Hannover.

Werder Bremen
Chegadas: vinda do meia, Davy Klaassen (25), que estava no Everton e do atacante, Osako (28), que atuava pelo Colônia.
Saídas: saída do meia, Thomas Delaney (26), para o Dortmund.

Augsburg
Chegadas: chegada do ponta André Hahn (27) do Hamburgo.
Saídas: transferência do goleiro, Marwin Hitz (30), para o Dortmund.

Hannover
Chegadas: chegadas do zagueiro, Walace (23), vindo da Lazio; dos atacantes, Haraguchi (27) e Wood (25), que atuavam pelo Hertha Berlim e pelo Hamburgo, respectivamente.
Saídas: saída do zagueiro, Salif Sané (27), para o Schalke 04.

Mainz
Chegadas: vinda do ponta, Jean-Philippe Mateta (21), que atuava no Lyon e do meio-campista, Pierre Kunde (22), que pertencia ao Atlético de Madrid.
Saídas: saída do jovem zagueiro, Abdou Diallo (22), que foi para o Dortmund e do meia, Suat Serdar (21), que se transferiu para o Schalke 04.

Wolfsburg
Chegadas: chegada dos pontas, Daniel Ginczek (27) e Wout Weghorst (25), vindos do Stuttgard e do AZ Alkmaar, respectivamente; além do lateral, Jêrome Roussillon (25), do Montpellier.
Saídas: saída do meio-campista, Daniel Didavi (28), para o Stuttgart.

Nuremberg
Chegadas: chegada do goleiro, Christian Mathiena (26), que chegou do rebaixado Hamburgo.
Saídas: saída do meia-ofensivo, Kevin Möhwald (24), para o Werder Bremen.

Freiburg
Chegadas: chegada do jovem ponta, Luca Waldschmidt (22), que veio do Hamburgo e dos zagueiros, Dominique Heintz (24) e Philipp Lienhart (21), que vieram do Colônia e do Real Madrid, respectivamente.
Saídas: transferência do zagueiro, Marc Oliver Kempf (23), para o Colônia.

Fortuna Dusseldorf
Chegadas: contratação do ponta, Marvin Ducksch (24), vindo do St. Pauli.
Saídas: fim do empréstimo do japonês, Genki Haraguchi (27), que retornou ao Hertha Berlim e posteriormente foi para o Hannover; além de Haraguchi, o contrato de empréstimo do jovem, Florian Neuhaus (21), também acabou e o jogador voltou ao Mönchengladbach.

JOGOS DA PRIMEIRA RODADA

sex   24/08/2018   15:30     FC Bayern Munique x TSG 1899 Hoffenheim (Fox Sports)

sáb   25/08/2018   10:30     Hertha Berlim x 1.FC Nuremberg
sáb   25/08/2018   10:30     Werder Bremen x Hannover 96
sáb   25/08/2018   10:30     VfL Wolfsburg x Schalke 04 (Fox Sports)
sáb   25/08/2018   10:30     SC Freiburg x Eintracht Frankfurt
sáb   25/08/2018   10:30     Fortuna Düsseldorf 95 x FC Augsburg
sáb   25/08/2018   14:30     Bor. Mönchengladbach x Bayer Leverkusen (Fox Sports 2)

dom  26/08/2018   10:30    1.FSV Mainz 05 x VfB Stuttgart
dom  26/08/2018   13:00    Borussia Dortmund x RB Leipzig

Nenhum comentário