ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Dos males, o menor

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Sem oferecer perigo, Vitória segue mal e perde por 1 a 0 do Flamengo, no Maracanã. O camisa 10 do time carioca, Diego, foi o autor do único gol da partida ocorrida nesta noite.

Optando por um futebol reativo, Carpegiani organizou o rubro-negro baiano com um típico "4-4-2" e recheou a equipe com jogadores da base: além do goleiro Ronaldo e do volante Rodrigo Andrade, que atuam no time com uma frequência relativa, também participaram o zagueiro Lucas Ribeiro, o volante Léo Gomes e o atacante Léo Ceará.

No esquema proposto pelo ex-técnico do próprio Flamengo, Yago começou atuando pela esquerda, Rodrigo pela direita com Léo Gomes e Arouca pelo meio. Neilton e Léo Ceará a frente. O problema central foi a inofensividade da equipe durante todo o jogo - no primeiro tempo o time não finalizou nenhuma vez. 

Após um bom primeiro tempo, o gol flamenguista se desenhava a cada ataque da equipe pelo lado esquerdo, setor que o lateral Jeferson teve muitos problemas com a dobradinha Vitinho-Renê na primeira etapa. Aos 41 minutos, pelo mesmo local citado, ocorreu o gol. Vitinho recebeu passe de Éverton Ribeiro, aproveitou a distração de Jeferson com a passagem de Renê e levantou a bola na área; Paquetá ganhou no alto do argentino Benítez e Diego aproveitou o rebote do goleiro Ronaldo para empurrar a bola para dentro do gol.

Já no segundo tempo, o time comandado por Barbieri caiu de produção e ofereceu perigo ao Vitória apenas em um lance que Paquetá desperdiçou a chance. No geral, boa partida do meio-campista recém-convocado por Tite. Assim como Cuellar que deu um bom suporte defensivo, Éverton Ribeiro que se demonstrou bem participativo, além da dupla Renê e Vitinho, que fizeram uma bela primeira etapa.

Apesar de ter apenas um chute com mais perigo, quando Lucas Fernandes teve a oportunidade mas chutou fraco e possibilitou uma simples defesa do arqueiro flamenguista, algumas mudanças foram vistas na equipe do Vitória - além da promoção dos jogadores da base, o time aparentou ter um pouco mais de brio.

Do lado baiano, Neilton voltou a ter uma má atuação, assim como Willian Farias, que demonstrou estar totalmente sem ritmo, falhando na saída de bola e também na marcação; apesar de Benítez falhar no momento do gol, teve uma atuação melhor do que Jeferson, que não conseguiu apoiar no ataque e sofreu defensivamente. O destaque positivo vai para dois meninos: Lucas Ribeiro não comprometeu defensivamente e se resolveu bem com as adversidades do jogo, assim como Léo Gomes, que fez uma boa partida na cabeça de área.

O Vitória permaneceu com 19 pontos e receberá o Atlético Mineiro, domingo, no Barradão; enquanto isso, o Flamengo chegou aos 40 pontos e viajará até Belo Horizonte para enfrentar o América, também no domingo.

Nenhum comentário